sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Ezequiel Toledo de Lima .Guardem bem esse nome .



Os jornais, revistas e programas de televisão por algum motivo não estão divulgando o nome desse ser, talvez por alguma recomendação da polícia, estão se referindo a ele como "o assassino de João Helio", ou simplesmente "E." .
Daqui a uns dias, a pessoa que carrega esse nome não existirá mais, pois lhe darão um novo RG com uma nova identidade para ele conseguir uma vida num outro estado, além de um salário mínimo por mês .Mas não se esqueçam desse nome, e do mal que esse nome representa na sociedade brasileira atual .Digo isso, porque podemos pegar esse ocorrido como um estereótipo de como a maioridade penal do país é ridícula .
Como todos sabem, João Hélio, 6 anos, foi arrastado por 7 quilômetros por uns bairros no Rio de Janeiro em fevereiro de 2007, após ficar preso ao cinto de segurança num assalto .Pois bem, semana passada, o menor de idade envolvido no crime foi libertado por ter completado 3 anos na prisão .O absurdo já começa aí, mas tem muito mais : por ser ameaçado de morte, ele está sob proteção do governo, num programa chamado Programa de Proteção a Criança e Adolescente Ameaçado de Morte .Eu nem sabia que isso existia, mas parece que eles não fazem nada mais do que o que carregam no nome .Ele vai ganhar uma nova identidade, dinheiro, vai se mudar com a família para outro estado, e isso porque foi ameaçado de morte na cadeia .
Agora, vamos seguir uma linha de raciocínio lógico desse caso : o cara assalta uma mulher, rouba um carro, mata e desfigura uma criança de 6 anos, vai pra cadeia, sai de lá em menos de 3 anos, ganha proteção do governo, dinheiro e a chance de começar uma nova vida .
Meu Deus, o que está de errado com a LEI e a JUSTIÇA ?AONDE foram parar ?
A irmã de João Helio escreveu uma carta criticando essas merdas dessas associações de direitos humanos, que só dão direitos e proteções pra bandidos e os cidadãos de bem que se fodam .Veja um trecho da carta dela :

"Ele é de menor? Eu sei. Eu também sou, e meu bebê também era. Na hora que esse "menor" apontou a arma pra minha cabeça e arrastou meu bebê até a morte ele foi muito adulto. "

Uma garota de 14 anos já sabe que não é uma garota, sabe que é uma mulher .Existe uma diferença de como o jovem de 16 anos do modernismo pensava, e de como o jovem pensa hoje .O cara sabe que se ele puxar o gatilho, vai matar .Não tem desculpa .E também não tem reparo, uma pessoa que faz uma coisa dessas NUNCA vai voltar a viver em sociedade .Ele é inútil pra sociedade, não é humano, é um monstro, não merece viver.Um cara que assalta, rouba o carro, desmembra e desfigura uma criança de 6 anos, vai pra prisão, se rebela, tenta matar um guarda, depois é solto e ganha proteção é o quê?É um filha da puta .O mundo não precisa de filhas da puta, o mundo precisa de gente de bem .A única solução para um filha da puta desses é o enforcamento em público. Peguem seus livros de história, vocês vão perceber que na Idade Média, quando havia execuções de criminosos em praça pública, a criminalidade do local caia pra cacete, porque servia de exemplo .As pessoas não tinham essa tolerância ao crime movida de compaixão que tem hoje.Não precisa nem ser Idade Média, o combate ao mal é uma coisa bíblica, o criminoso deve ser extinto da sociedade, porque ele a deteriora . Hoje em dia não, hoje em dia o criminoso é endeusado pelas autoridades .A maioridade penal só serve pra dar passe livre pro menor infrator, e pros chefes de quadrilha contratarem mais e mais menores pra praticar crimes e tráfico .
Aliás, o nome desse ser, "Ezequiel", me lembrou um trecho bíblico, muito apropriado para essa ocasião : Ezequiel, 25:17 ."O caminho do homem do bem está rodeado, por todos os lados, pelas iniquidades dos egoístas e pela tirania dos perversos .Abençoado é aquele, que em nome da caridade e da boa vontade, pastoreia o fraco pelo vale das sombras, pois ele é o seu verdadeiro irmão protetor, e aquele que encontra as crianças perdidas .E eu atacarei com grande vingança e raiva furiosa, aqueles que tentarem envenenar e destruir os meus irmãos .E tu saberás, o meu nome é O Senhor, quando eu lançar sobre ti a minha vingança ."
Eu sugiro, para o bem de todos e felicidade geral da nação, a pena de morte, a redução da menoridade penal para 10 anos e o enforcamento em público .
Alguém de acordo ?

8 comentários:

Genaro disse...

sabe o que eu acho. KILL

Cachorro Louco disse...

Absolutamente certo meu caro Lorde .
Concordo com você totalmente ,pois também acredito que monstros não tem o direito de viver em sociedade .Caras como esse Esequiel devem ser eliminados para servir de exemplo para os outros "ishpertush " que acham que podem fazer o que querem ,pois contam com a anuência das autoridades "politicamente corretas ".Esse vagabundo vai praticar outros crimes na infeliz cidade para onde for levado ,portanto deve se enforcado sim.
A pena de morte faz muita falta nesse país cheios de vagabundos com ONGs de direitos humanos que trabalham somente para bandidos .
Acredito também que todo vagabundo que falar em direitos humanos deve ir para a forca junto com Esequiel

Abraços

Alessandra disse...

Ahm... matar é muito pouco, coloquem 15 pregos em cada mão do sujeito, um para cada junta e mais algumas agulhas embaixo de cada unha :3

Melissa disse...

Antes de morrer, ele deveria sofrer um pouquinho, deveria ficar pendurado em um trator e ser arrastado em uma pista cheia de cacos de vidros ou coisas semelhantes, pra ele sofrer o dobro que o garotinho sofreu.

Anônimo disse...

Para o assassino uma nova chance,chance que a vítima ele negou. É só se colocar no lugar da família pra sentir que justiça está do lado do assassino!

Celio R. S. P. disse...

Caro Lorde,

Você estava enganado. Ele não vai viver em outro estado Brasileiro. A ONG Projeto Legal recompensou esse desgraçado financiando a ida dele e de sua família para o Exterior. Angola? Sudão? Timor Leste? Claro que não! Eles a partir de agora irão (a essa altura ja devem estar lá) viver na nevada e tranquila Suíça!!!!!
Infelizmente as leis no Brasil são um escárnio ao cidadão de bem, essas porras de entidades de direitos humanos só defendem bandido. Será que a ONG Projeto Legal visitou a família do menino João Hélio? Será que eles bancaram assistência psicológica a essa família? Com certeza não!!!
Se eu quiser ir pra Suíça, precisarei trabalhar muito, juntar dinheiro, economizar, abrir mão de várias coisas, e mesmo se eu for, não poderei ficar por lá muito tempo, correndo o risco de ser repatriado por imigração ilegal, já que no meu passaporte receberei apenas o carimbo para turista. Agora, um monstro desses, que foi o principal culpado da morte de uma criança de 6 anos, é premiado com uma vida na Europa, totalmente financiado por essa ONG, que provavelmente recebe recursos do governo, ou seja, parcialmente bancado pelos impostos pagos por mim, por você que lê esse blog, pela família de João Hélio...
Mencionei que Ezequiel foi o principal culpado, pois foi justamente ele que sentou-se no banco traseiro do Corsa Sedan. Se havia alguém ali que poderia ter mudado essa história era ele, bastava ter soltado o cinto de segurança ou então levado a criança junto e tê-la deixado em algum lugar quando abandonaram o carro. Esse infame achou mais conveniente fechar a porta com o menino do lado de fora preso ao cinto. Ao ser interpelado por populares que havia uma criança sendo arrastada, foi o mesmo Ezequiel que ironizou com um sorriso sarcástico dizendo que era um "boneco de Judas".
Infelizmente, esse país é uma merda quando se trata de leis. E esse é mais um exemplo de impunidade. Defendo a redução da maioridade penal para 12 anos em casos de crimes hediondos (homicídio, latrocínio e estupro) e 16 anos para qualquer tipo de delito. Com certeza isso não resolve o problema da violência, mas esses assassinos e delinquentes juvenis não mais se sentirão sob a tutela da impunidade. E não me venham com esse papo hipócrita de que isso é culpa da sociedade e do governo que não fomenta políticas de inclusão social mais eficazes, porque uma coisa não justifica a outra. Se pensarmos por esse lado, então todos os bandidos serão fruto disso e ninguém mais poderá ser punido nesse país.
Bom, se nos resta um consolo, esse desgraçado não vai mais matar ninguém por aqui, pois estará bem longe. Não se surpreendam porém, se daqui a alguns anos (meses) ouvirmos no noticiário internacional que um brasileiro matou, roubou e estuprou em algum país europeu. A chance de que seja o ex-Ezequiel, já que seu nome será trocado, é enorme.

Anônimo disse...

Enquanto o PT dominar esse país, só vai dar isso daí. Me lembro do comentário do lulla sobre o incidente: "daqui a pouco vão querê reduzir a idade penal pô feto". Monstro assassino de gente honesta e da língua portuguesa...

Anônimo disse...

Além disso, os governos do PT deram asilo ao terrorista Cesare Batisti, assassino na itália, atirou em vítimas desarmadas e no chão. Não bastasse ser assassino ,tentou derrubar um governo eleito pelo povo. E hoje vive em SP as custas do povo brasileiro...